folhainvest

Siga a movimentação do mercado financeiro, análises de especialistas e os principais destaques econômicos que podem influenciar seus investimentos

Ordenar: Recentes
Atualização Automática: Ligada| Desligada
  • 18h27  

    A Folha encerra hoje sua cobertura ao vivo do mercado financeiro. Até amanhã!

  • 18h26  

    No câmbio, o dólar à vista, referência no mercado financeiro, fechou com desvalorização de 0,58% sobre o real, cotado em R$ 2,231 na venda. Já o dólar comercial, usado no comércio exterior, cedeu 0,71%, a R$ 2,226; Leia mais

  • 18h25  

    As ações da Eletropaulo ficaram entre as principais altas do Ibovespa, com avanço de 2,60%, depois que o governo federal fixou em R$ 4,75 bilhões os valores que sairão da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para cobrir gastos das distribuidoras no mercado em fevereiro; (foto: XU Yu/Xinhua)

    Imagem
  • 18h21  

    "O ligeiro desaquecimento da economia chinesa já era previsto, e o resultado do indicador divulgado hoje não ficou tão fora das estimativas, mas o mercado aproveitou para vender ações e embolsar lucros", diz Pedro Galdi, analista-chefe da SLW Corretora; "Amanhã, o dia será marcado por resultados importantes, como Bradesco, Usiminas e Fibria, o que pode influenciar positivamente a Bovespa", afirma; Leia mais

  • 18h21  

    Dados mostrando a desaceleração da indústria chinesa afetaram negativamente as Bolsas do mundo inteiro nesta quarta-feira (23), com investidores cautelosos em relação ao desaquecimento de uma das principais economias globais; no Brasil, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou o dia com desvalorização de 0,78%, para 51.569 pontos; foi a segunda queda consecutiva do indicador; Leia mais

  • 17h57  

    A Apple aprovou mais US$ 30 bilhões em recompras de ações até o final de 2015 e autorizou um raro desdobramento de ações na proporção de sete para uma; o anúncio foi feito no mesmo momento em que a companhia divulgou um aumento de 4,6% na receita do 1º trimestre, para US$ 45,6 bilhões, superando as projeções de Wall Street; (foto: Lucas Jackson/Reuters)

    Imagem
  • 17h51  

    A maior rede social do mundo divulgou que seu número total de usuários mensais ativos atingiu 1,28 bilhão em 31 de março, com 1,01 bilhão desses usuários acessando seu serviço em dispositivos móveis, como smartphones e tablets; o lucro líquido do Facebook foi de US$ 642 milhões no trimestre, ante US$ 219 milhões em igual período de 2013

  • 17h50  

    A receita total do Facebook cresceu 72% na comparação anual, para US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre, acima dos US$ 2,36 bilhões esperados por analistas consultados pela Reuters; o Facebook também anunciou que o vice-presidente financeiro David Ebersman está renunciando ao cargo; ele permanecerá na empresa até setembro e será substituído por David Wehner, vice-presidente de Finanças Corporativas e Planejamento de Negócios

  • 17h49  

    O negócio de publicidade móvel do Facebook continuou a acelerar nos três primeiros meses do ano, ajudando a rede social a superar a receita trimestral prevista por Wall Street; o Facebook divulgou nesta quarta-feira (23) que os anúncios móveis representaram 59% da receita publicitária no 1º trimestre, alta ante os 30% no mesmo período de 2013; (foto: Karen Bleier/AFP)

    Imagem
  • 17h43  

    O índice de ações americano Dow Jones recuou 0,08%, para 16.501 pontos; o índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,22%, para 1.875 pontos; o termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,83%, para 4.126 pontos

Publicidade
Publicidade